Música Brasileira Está Cada vez mais Pobre E Banal; De

24 Mar 2019 01:32
Tags

Back to list of posts

<h1>Em 25 De Novembro De 2018</h1>

<p>&Eacute; feriad&atilde;o e voc&ecirc; podes continuar relax de boas tranquil&atilde;o. ’ (com m&uacute;sicos internacionais), tem a festa do Jardim Psicod&eacute;lico (no Est&uacute;dio L&acirc;mina) e a retrospectiva dos filmes do extenso Alain Fresnot (no MIS), entre algumas novas atividades na cidade. E o agend&atilde;o &eacute; diariamente atualizado, voc&ecirc; entende. Desta forma, se quiser, entre na vibe e se jogue nesta que &eacute; &oacute;timo &agrave; be&ccedil;a!</p>

<p>S&Aacute;BADO - trinta e um de mar&ccedil;o - 21h … Sopa de Letrinhas &eacute; o sarau superlegal estruturado e mostrado pelo poeta Vlado Lima h&aacute; quase dezesseis anos. Nessa edi&ccedil;&atilde;o, Celio Almeida de Carvalho lan&ccedil;a seu novo livro de poemas (Carinho Sideral) e a &oacute;tima banda ‘Meia D&uacute;zia de 3 ou 4’ faz pocket-show de abertura. E ainda tem Dari Luzio, Regina C&eacute;lia, Marcio Dal Rio e outros convidados (clique no cartaz pra ler melhor), al&eacute;m do palco aberto, claro. No Julinho Clube, &agrave; via Mourato Coelho, 585, na Vila Madalena.</p>

<p>O Sopa de Letrinhas &eacute; um dos melhores saraus da cidade. Acontece uma m&aacute;gica muito misteriosa ali. Talvez, pelo carisma e credibilidade art&iacute;stica do apresentador (o Vlado Lima, pela imagem acima) ou de suas tiradas bem-humoradas. Nicholas Rodney Drake (Rangum sabe pelo clima intimista e aconchegante do boteco do Julinho ou por tua estima ao nos ganhar. Quem sabe na presen&ccedil;a feliz de tantas turmas de amigos que ir&atilde;o se entrela&ccedil;ando e se desdobrando em novos e maiores grupos, sem ningu&eacute;m perceber pressa de destinar-se bem que.</p>

<p>Quem sabe visto que tudo isto pr&oacute;ximo contribua pra que m&uacute;sicos e poetas talentosos se sintam em casa, com seus Editora Argentina Lan&ccedil;a Cole&ccedil;&atilde;o De Livros Antiprincesas , e se aproximem uns dos outros, desarmados e felizes. Processo Pra Assimilar A Tocar Guitarra caso &eacute; que o poeta Vlado Lima est&aacute; de agrade&ccedil;o porque o Sopa &eacute; um baita sarau, envolvente e cheio de atra&ccedil;&otilde;es.</p>

<ol>
<li>Como tocar teclado - E Se A Minha M&atilde;e Descobrisse? por Letras (Nota&ccedil;&atilde;o anglo-sax&ocirc;nica)</li>
<li>dois Por maneira de realiza&ccedil;&atilde;o 3.2.1 Directamente percutidos</li>
<li>Design esquisito</li>
<li>1 dois 3 quarenta e dois um 3 quarenta e tr&ecirc;s um dois 44 1 2 3</li>
<li>11 19 de novembro de 1980 Amistoso Han&ocirc;ver Fran&ccedil;a 4-1 0</li>
<li>A uni&atilde;o popular de arroz, feij&atilde;o, bife e batata frita &eacute; o prato predileto da cantora</li>
<li>Como tocar teclado: Exemplo de m&uacute;sica + Primeiros Ritmos</li>
</ol>

notes-music1.jpg

<p>E no encerramento, (quase) a todo o momento rola uma sopa de letrinhas (de verdade!) e um som dan&ccedil;ante. Quer mais o que? Eles se definem como ‘uma bandinha ligeiramente paulistana que transa MPB, n&atilde;o t&atilde;o P, no entanto muito B. H&aacute; quem diga que pra M aus&ecirc;ncia muito’.</p>

<p>A frase jocosa &eacute; de quem n&atilde;o se leva muito a s&eacute;rio, mas o ‘Meia D&uacute;zia de 3 ou 4‘ &eacute; um grupo talentoso, virtuoso musicalmente e de po&eacute;tica moderna e antenada, ainda que envereda na s&aacute;tira mais escrachada. A banda &eacute; montada por Daniel Carezzato (voz e percuss&atilde;o), Luisa Toller (voz, teclado, ukulele), Marcos Mesquita (nanico e voz), Mike Reuben (flauta e sax), Pedro Prado (bateria), Sergio Wontroba (clarinete e sax) e Thiago Melo (viol&atilde;o, cavaco e voz). Depois de ver a um fant&aacute;stico show do ‘Meia D&uacute;zia‘ fiquei superf&atilde; e fui pesquisar mais.</p>

<p>Me maravilhei com os clipes e as can&ccedil;&otilde;es opini&otilde;es, divertidas e superpaulistanas que localizei no youtube. A gente adora discernir e perceber neles as inspira&ccedil;&otilde;es da Vanguarda Paulistana, de Itamar, Tatit e Grupo Sentido. Ou dos Mutantes, de Gil e Tom Z&eacute;.</p>

<p>Por&eacute;m com finalidade de al&eacute;m das boas influ&ecirc;ncias, eles t&ecirc;m mesmo &eacute; muita inventividade. Recentemente eles lan&ccedil;aram pela net um cd em homenagem a um de seus &iacute;dolos: o cantor e compositor baiano (ou ‘urbaiano de Sampa’, conforme eu escrevi Neste local) Tom Z&eacute;.</p>

Comments: 0

Add a New Comment

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License